4/30/2012

Gusttavo Lima grava DVD em São Paulo; convidados cantarão no doming


Gusttavo Lima deu início, na noite de sábado (28), às gravações do terceiro DVD da carreira, o primeiro em São Paulo.
O local escolhido foi o Credicard Hall, que sofreu algumas mudanças na estrutura por conta do projeto. As cadeiras inferiores foram recolhidas para que não ficasse ninguém sentado da parte de baixo.
Hoje, domingo (29), acontece a segunda e última noite de gravações.
Para cerca de 4 mil pessoas, Gusttavo apresentou um repertório que mesclou canções românticas, nas quais ele abusa das interpretações, com músicas que seguem a fórmula doshits atuais, com refrões fáceis e de letras mais bem humoradas.
O sucessos da carreira dele estiveram presentes, como de praxe. Curioso é que Gusttavo gravou um outro DVD há menos de um ano, mostrando bem a quantas anda o mercado.
A gravação começou pouco depois das 23h e durou cerca de duas horas. A produção, encabeçada por Ivan Miyzato, preferiu não ficar repetindo músicas para corrigir erros, o que evitou tornar a apresentação monótona.
A produção visual teve uma atenção toda especial, e quatro músicas contaram com bailarinas, algo difícil de se ver em um artista da nova geração. Em boa parte trajando um paletó branco, Gusttavo trabalha sua nova imagem, distante do menino franzino que surgiu três anos atrás.
As duas participações confirmadas para o DVD ficaram para a noite de domingo: os cantores Eduardo Costa e Alexandre Pires. Anunciado durante a semana, a gravação deve contar ainda com a presença de Neymar.
Gusttavo regravou duas canções que tocaram bem em certas regiões com artistas sertanejos, mas que não se tornaram algo maior: “Água de Bar”, uma das primeiras do repertório, e “Bandido do Amor”, que teve uma gravação recente da dupla César Menotti e Fabiano.
Em um pot-pourri ao violão, o cantor lembrou “Desatino”, “Te Amo e Não Te Quero”, e “Goiás é Mais”.
A regravação que mais me chamou a atenção, no entanto, foi a de “Pense um Pouco”, que chegou a ser trabalhada no ano passado pela dupla Chrystian e Ralf.
Com quase vinte música consideradas inéditas, o caminho do novo DVD promete ser semelhante ao anterior. Assim como “Balada” praticamente impediu que outra música andasse, o número considerável de canções candidatas a hit muito provavelmente vai fazer com o que DVD acabe sendo focado em uma ou duas músicas.
A estratégia funciona, já foi comprovada. Resta descobrir agora qual será o próximo “Tchê tcherere”.